A terapia familiar pode ser entendida como uma abordagem inteiramente nova para o entendimento do comportamento humano – que é em essência moldado por seu contexto social. Ela consiste em uma abordagem terapêutica em que o terapeuta se reúne com todas as pessoas ligadas afetivamente a um problema, buscando compreender sua interação.

Partindo da premissa de que os membros de uma família são influenciados pelos pensamentos, emoções e comportamentos de cada um de seus componentes, a prática terapêutica objetiva identificar e modificar as regras, as crenças e os mitos familiares que contribuem para a disfuncionalidade do sistema familiar.

A terapia familiar não busca apenas mudar o paciente no contexto individual, mas toda a família. Portanto a melhora pode ser duradoura, porque cada membro da família é modificado e continua provocando mudanças sincrônicas nos outros.

Quase todas as dificuldades humanas podem ser tratadas com terapia individual ou com terapia familiar, mas certos problemas são especialmente suscetíveis a uma abordagem familiar, como:

  • terapia infantil
  • problemas com os filhos;
  • queixas a respeito do casamento ou de outros relacionamentos íntimos;
  • hostilidades familiares e sintomas que se desenvolvem no indivíduo no momento de uma importante transição familiar

Agendar Consulta

Outras formas de terapia