“Havia 3 meses em que eu estava em um relacionamento amoroso, e geralmente sou um desastre nessa área. Precisava desesperadamente aprender certas habilidades para lidar com a minha emoção e sentimentos, e tambem com vários gatilhos que eu tinha da minha infância. Para mim foi sempre dificil estar em um relacionamento, especialmente por ter presenciado varias brigas dos meus pais. Como sou muito timido e introvertido, não ia sair pedindo indicações. Então encontrei O Lucas Bezerra. Enviei um e-mail com algumas perguntas sobre o preço, localidade etc… e ele respondeu bem rápido. Isso me trouxe confiança no processo, e me senti seguro para a minha primeira sessão. A minha meta era entender os motivos pelos quais os meus relacionamentos não davam certo. Sabia que teria um grande trabalho pela frente. Nenhum psicologo iria me consertar, tornar o meu relacionamento perfeito ou dar dicas preciosas. Tinha muita ansiedade nessa área. Projetava muitos sentimentos de rejeição, abandono e desprezo. Pois foi assim a minha experiência na minha infancia, adolescencia e parte da minha vida adulta. Sabia que no fundo do meu coração precisava lidar com esses gatilhos que tanto me faziam sofrer. Durante a primeira sessão lembro que chorei muito – sai do consultório leve, aliviado e querendo voltar. Durante as proximas sessões trabalhei em indentificar meus gatilhos, emoções, pensamentos em que me traziam sofrimento. Parte do meu tratamento se deu através de uma mudança na minha relação com certos pensamentos irracionais meus. Isso me ajudou muito a ter uma visão diferente sobre o namoro. Outro fato importante foi visitar algumas experiências do passado e ver como eu tinha a mania de amplificá-las de uma maneira negativa. Trabalhei tambem em não projetar meus medos, resentimentos, raivas e ansiedades na pessoa que hoje se tornou meu namorado. Ao longo do tratamento o Lucas me introduziu à Terapia de Esquema do Jeffrey Young, uma metodologia de trabalho complementar à terapia cognitivo-comportamental. Tive um interesse muito grande em aprender mais sobre a terapia do esquema, o qual acabei sendo um grande fã e entusiasta. Já fiz terapia antes com psicologos americanos. Nenhum deles seguiu essa linha de tratamento. Senti que a terapia do esquema foi bem eficaz no meu caso, pois ela trata as situações na minha vida onde mais preciso de ajuda: medo de abandono, pavor de rejeição, padrões auto-destruitivos, baixa auto estima, evitação em situações sociais por medo de ser ridicularizado. Sou grato ao Lucas pela seriedade e compromisso que ele teve comigo. Acredito que existem pessoas que já nascem com um dom para serem psicologos, o dom de empatia, e a vocação de ajudar o próximo. O Lucas é uma dessas pessoas.”

Compartilhar

Moisés – Advogado