Sintoma de uma sociedade que tem priorizado o resultado, o perfeccionismo, equivocadamente, tem-se transformado em uma qualidade. O número de pessoas perfeccionistas que têm procurado ajuda psicológica vem aumentando de maneira alarmante, isto porque são pessoas que aprenderam que, para serem capazes, aceitas e amadas, deveriam ter êxito em tudo o que executassem, tornando o patamar da perfeição uma procura devastadora, que pode até mesmo levar à depressão.

E como saber se isso está acontecendo com você? Alguns sinais são característicos de uma pessoa perfeccionista:

  • grande temor em fracassar, a ponto de se concentrar tanto nos detalhes de um trabalho que acaba ultrapassando o tempo limite de entrega;
  • arrisca-se pouco por medo de errar, adiando ou deixando de fazer algo por julgar que não conseguiria um desempenho “perfeito”;
  • quando nada do que faz é bom o suficiente para si;
  • percebe-se sempre necessitando da aprovação dos outros para se sentir feliz;
  • dificuldades em transferir tarefas aos outros por acreditar que ninguém será capaz de executá-las como você;
  • apresenta problemas de relacionamento por sempre achar que está certo;
  • dificuldades em lidar com imprevistos ou situações que fujam do planejado;
  • tenta ser perfeito a todo custo, pensando que acertar não é mais que sua obrigação.

A distorção que o perfeccionista produz está na afirmação a si e aos outros de que a perfeição previne problemas e sofrimento, pois estaria evitando erros. Contudo, o sofrimento torna-se uma realidade constante para essas pessoas, pois a perfeição por elas almejada nunca será alcançada.

Para um perfeccionista, o erro é sinônimo de um fracasso completo, percebendo-se inadequado e incapaz. No entanto, o seu sucesso não deve ser avaliado pelo resultado, mas, sim, pelo seu esforço para alcançá-lo.

Lucas Frederico Bezerra
Psicoterapeuta cognitivo, de família e de casal

Compartilhar

As armadilhas do perfeccionismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *